Empresários do setor da construção civil demonstram otimismo, revela pesquisa da CNI

Dados da Sondagem da Indústria da Construção de agosto revelam que os índices de expectativas dos empresários da construção civil consolidaram sua recuperação e, em setembro, superaram a linha divisória dos 50 pontos. Realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a pesquisa, que conta com o apoio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), também indica que, ao contrário do que não ocorria há mais de três anos, as perspectivas de nível de atividade, novos empreendimentos e serviços, números de empregos e compras de matérias-primas são todas otimistas.

De acordo com a sondagem, os índices de atividade não alcançaram o campo positivo, mas estão lentamente se aproximando desse nível. Os índices de evolução do nível de atividade e do número de empregados de agosto são os maiores para o mês desde 2014, o que deve ser interpretado como redução do ritmo de queda da atividade da indústria da construção. O nível de atividade encontra-se ainda muito baixo, mas os índices de utilização da capacidade de operações (UCO) e de nível de atividade efetivo-usual mostram melhora, ainda que gradativa.

As expectativas amplamente positivas e as avaliações menos negativas das condições correntes se refletiram também na confiança do empresário da construção (ICEI-Construção), que subiu 3,1 pontos, em setembro, e superou sua média histórica, o que não acontecia desde fevereiro de 2014.

Fonte: CBIC

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *