1 de abril de 2019

Exposição fotográfica homenageia papel dos técnicos de segurança na preservação de vidas

A exposição fotográfica “Heróis da Prevenção” foi aberta na manhã desta segunda-feira (01.04), no Maceió Shopping, como parte da programação do Movimento Abril Verde em Alagoas. A mostra, que estará em cartaz até o próximo dia 8 de abril, apresenta aspectos singulares da personalidade dos técnicos de Segurança do Trabalho e de suas atuações cotidianas nas atividades de preservação da saúde e segurança de trabalhadores. O Abril Verde tem o objetivo de informar e sensibilizar sobre a importância da prevenção e da redução dos acidentes de trabalho.

Presente ao lançamento, o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Alagoas, Rafael Gazzaneo, destacou a importância dos envolvidos inovarem a abertura do Abril Verde com uma exposição que valoriza o trabalho dos técnicos, como forma de preservar vidas. Ele ressaltou que o tema da prevenção no meio ambiente do trabalho deve ser preocupação de todos. “Temos que estimular a cultura da prevenção em todo o ambiente de trabalho e a contratação de mais profissionais especializados em Saúde e Segurança. É preciso que o tema da prevenção esteja presente no nosso dia a dia, e não só em empresas com mais de 100 empregados, como prevê a legislação”, disse.

Ao lembrar da tragédia da barragem de Brumadinho, que vitimou centenas de trabalhadores, Gazzaneo disse que todos precisam lembrar do caso para aumentar os cuidados com a prevenção, a fim de que novos acidentes sejam evitados. “No caso do rompimento da barragem, construíram o refeitório no caminho de um eventual acidente. Se houvesse mais cuidado, não teria acontecido uma tragédia”, disse.

O procurador do MPT Rodrigo Alencar, titular da Coordenadoria de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (Codemat), afirmou que a sociedade tem que lembrar, constantemente, que a vida do trabalhador precisa sempre de proteção. Segundo ele, ainda há várias atividades em Alagoas que registram acidentes, e que exigem a atuação dos órgãos competentes. “Em Alagoas, temos diversas atividades econômicas que exigem nossa atuação. Ainda temos trabalho em pedreiras, na fabricação de fogos de artifício e no corte da cana, trabalhos rudimentares que ainda causam muitos acidentes, e que requerem nossa atuação”, explicou.

A juíza do Trabalho Bianca Calaça, gestora Regional do Programa Trabalho Seguro no Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL), foi uma das idealizadoras da exposição. Ela disse ter sido uma alegria participar de um projeto que contribui para salvar vidas. “É importante destacar que esses profissionais aqui retratados lutam em seu dia a dia por segurança no ambiente de trabalho, o que já os faz merecedores da homenagem”, afirmou. A magistrada lembrou ainda que o trabalho dos técnicos de segurança muitas vezes fica invisível, justamente por ser bem feito, por ser eficaz, evitando acidentes e mortes.

Walber Pitombeira, instrutor de Saúde e Segurança no Trabalho do Serviço Social da Indústria (Sesi), ressaltou que a segurança tem que ser uma contribuição de todos. “Tanto empregados como empregadores precisam se engajar na prevenção de acidentes. O Movimento Abril Verde é uma iniciativa que tem se consolidado. A ideia é incutir a cultura da prevenção”, reiterou.

Harrison David Maia, presidente  Sindicato  dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Estado de Alagoas (Sintestal),  salientou  que a cada ano o Abril Verde vai ampliando seu alcance junto aos trabalhadores e a sociedade. Ele reforçou a valorização da atuação dos técnicos de segurança. ” Valorizamos a vida. Valorizamos os técnicos”, observou.

O superintendente Regional do Trabalho em Alagoas, Victor Albuquerque, enfatizou ser preciso rever a forma de agir. Para ele,  a sociedade tem que fiscalizar e refletir sobre o problema. “O Abril Verde é um meio importante para chegar até a sociedade. A Superintendência está à disposição desse grupo interinstitucional de trabalho”, ponderou. Na quarta-feira (03.04), às 10h, no pleninho do TRT/AL, haverá a abertura da Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho (CANPAT – 2019) pela SRT-AL. A CANPAT é um conjunto de ações proativas que visam a promoção de uma cultura de segurança e mobilização da sociedade para a necessidade de ações de prevenção no ambiente de trabalho.

O empresário Paulo Malgueiro também participou do evento representando o Sindicato da Indústria da Construção do Estado de Alagoas (Sinduscon) e a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi-AL). Ele disse que  no setor da construção civil há um grande investimento em ações preventivas, principalmente pelas dificuldades enfrentadas. “É uma área nômade. Uma hora estamos instalados em um lugar, na outra estamos numa nova obra. Isso dificulta trabalhar a prevenção de acidentes. Nesse sentido a atuação dos técnicos é muito importante. Sempre apoiamos iniciativas dessa natureza”, afirmou.

Leiliana Ramos, uma das técnicas retratadas na exposição, falou ter orgulho da profissão que exerce e disse que logo após sua formação na área, foi abraçada pelo mercado de trabalho. “Estou muito lisonjeada de participar dessa mostra. Recebi apoio da empresa para  tomar parte do projeto e fico feliz por trabalhar todos os dias para que os trabalhadores retornem bem para suas famílias”, disse. Além dela, a mostra tem como personagens os técnicos de segurança Evandro Nobre da Silva, Ana Paula Silva, Gisely Rayne Vieira da Silva, Francisco José da Silvar Júnior e Luiz Henrique Guimarães.

Também presentes ao lançamento representantes do Grupo Prevencionistas, Serviço Social do Comércio (Sesc), Usina Coruripe e Maceió Shopping, que são parceiros das entidades no Movimento Abril Verde.

Programação

No dia 12.04, das 8h30 às 11h50, no auditório da Casa da Indústria, acontecerá o III Seminário Abril Verde, que abordará o tema “Prevenir Acidentes no Trabalho: a opção é sua!”. As palestras são direcionadas a empresários, gestores e profissionais das Áreas de Recursos Humanos, Segurança e Saúde no Trabalho. A temática “Desafios do eSocial em segurança e saúde no trabalho” será apresentada por Alexandre Calzado, engenheiro de segurança, perito judicial e assessor técnico do Sesi/AL.

Em seguida, às 10h20, o Grupo Teatral Socioeducativo do Sesi/AL fará uma apresentação sobre Segurança e Saúde no Trabalho. Às 11h, a última palestra do dia, sobre o tema “Prevenir ou Remediar?”, será conferida pela juíza do Trabalho do TRT/AL,  Bianca Tenório Calaça, mestre em Direito Público UFAL, especialista em Direito Público CEAP, Gestora Regional do Programa Trabalho Seguro do Tribunal Superior do Trabalho.

O engenheiro de segurança Alexandre Calzado realizará mais uma palestra no dia 16 de abril, em Arapiraca, também sobre o tema “Desafios do eSocial em Segurança e Saúde no Trabalho”. Este evento ocorrerá na Unidade Sesi Senai (Teatro do Sesi) da cidade de Arapiraca, às 9h, Logo após, às 10h20, o Grupo Teatral  Socioeducativo do Sesi/AL realizará mais uma apresentação sobre Segurança e Saúde no Trabalho. Às 11h, a temática “Vale à Pena Burlar a Lei?” será conduzida por Leandro Carvalho, economista, advogado e auditor-fiscal do Trabalho.

No dia 26.04, às 13h30, no auditório da Ademi (Norcon Empresarial), em Maceió, o auditor-fiscal do Trabalho Elton Machado e o procurador do Ministério Público do Trabalho titular da Coordenadoria de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho, Rodrigo Alencar, apresentarão o tópico “O cipeiro e suas atribuições no ambiente de trabalho”. Às 14h30, haverá mais uma esquete teatral do Grupo do Sesi sobre Segurança e Saúde no Trabalho. Às 14h50, será realizada a apresentação de cases. As inscrições para o Seminário dos Cipeiros já podem ser feitas no site da Ademi (www.ademi-al.com.br).

1 de abril de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *