7 de novembro de 2019

Empreendimento imobiliário se destaca pela responsabilidade ambiental

Edifício Double, da V2 Construções, foi um dos vencedores do Prêmio Master Ademi 2019

Sustentabilidade. Essa palavra e todo o conceito envolvido nela nortearam a equipe dos projetistas que desenvolveram o Edifício Double. Localizado na Ponta Verde, o empreendimento, vencedor do Prêmio Master Ademi 2019 na categoria Responsabilidade Ambiental, foi entregue em maio deste ano, baseado em um projeto inovador que uniu sofisticação, beleza e cuidado com o meio ambiente.

Fruto de uma construtora que tem o orgulho de ostentar a certificação do ISO 9001 e 14001, a V2 Construções, o Double é o primeiro edifício do estado a possuir o selo de Alta Qualidade Ambiental (Aqua), garantindo o seu reconhecimento internacionalmente. Tal certificação é concedida no Brasil exclusivamente pela Fundação Vanzolini, tendo como base a avaliação Démarche Haute Qualité Environmentale (HQE).

João Paulo Lamenha, engenheiro que desenvolveu o referido empreendimento, revelou que a sustentabilidade do local está cravada, inclusive no nome do edifício. “Os apartamentos possuem o dobro da altura de pé direito dos demais, daí o nome Double. São cinco metros e meio de altura, que proporcionam, além de um efeito visual sofisticado, amplitude, luminosidade e ventilação natural ao ambiente, o que refletem diretamente na economia de energia”, explicou.

 O edifício ainda se destaca pelo investimento em automação de toda a área comum e pelo sistema de reaproveitamento de águas pluviais. “Nós temos um painel com mais de 40 células fotovoltaicas, responsável por trinta por cento do abastecimento de energia das áreas comuns, como salão de jogos, salão gourmet, academia, home office, piscina, dentre outros. Além disso, todo o sistema de irrigação e a lavagem da área externa são feitos através do nosso reservatório que capta água da chuva”, acrescentou Lamenha.

 

E quando se fala em sustentabilidade, a mobilidade urbana não pode ficar de fora. O Double está numa localização próxima a supermercados, shoppings centers, farmácias, hospital, bares e restaurantes, propiciando a locomoção a pé de seus moradores o que reflete diretamente  na diminuição da emissão de gases, provenientes de veículos motores.

Até a fachada de todas as unidades do edifício ficam voltadas para a Praça Ministro Freitas Cavalcanti, que foi revitalizada pela construtora, para garantir melhor qualidade de vida aos moradores do entorno. “Esta era uma área verde abandonada que nós adotamos e construímos esta praça onde hoje os moradores da região praticam atividades físicas e socializam entre si”.

João Paulo Lamenha garante que com tanto investimento em sustentabilidade, a mensagem impressa ao empreendimento e deixada pelos projetistas, conseguiu alcançar seu objetivo. “Até o processo de construção teve a mesma pegada ambiental e nossos colaboradores absorveram a ideia e levaram para suas casas as iniciativas daqui. Este processo de politização ambiental da comunidade não tem preço!”, concluiu.

 

7 de novembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *